quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Amanhã Prometo....











Amanhã prometo sorrir.
Amanhã prometo... voltar a sorrir.
Assim como hoje, 
e mesmo como ontem, 
assim como o são todos os dias.
Sabes que farás sempre parte dos meus pensamentos.
És uma parte de mim, oculta nos meus segredos.
Não entendo porquê, 
mas sinto tanto a tua falta….
De tudo de ti, sinto falta....de tudo em ti faz-me falta.
Deixo embebedar-me pelas voltas do meu dia-a-dia, procurando encaixar-me 
no teu próprio dia-a-dia.
Dás-me saudades... e eu sinto-as todas....
de ouvir a tua voz, de sentir-te apertada nos meus abraços, 
de sentir nas tuas as minhas mãos...de te tocar pelos meus lábios nos teus...
de poder alimentar-me de todas estas saudades saboreando-te na tua pele... 
Dás-me saudades e tu sabes bem que as tuas palavras, com ou sem sentido, 
assim como os teus erros e as tuas falhas, tudo em mim me completa.
Fazes-me tanta falta...
Preenches-me tanto e tanto ou mais me enlouqueces.
Preciso que o saibas, faltam-me tantas letras aos meus pensamentos para te poder mentalizar.
Quero fazer-te sorrir, 
quero-te em segredo e em silencio,  
por um segundo ou por um minuto...por um dia completo, 
Quero-te num pequeno instante, quero-te por toda a eternidade.
Sou feliz assim… com realidades simples…
embrulhou-me na minha tristeza sendo cúmplice da minha sorte. 
Aceito-te assim. Mais o desejo que seja assim...meio sonho, meio realidade.
Escondo-te nos meus pensamentos e procuro-te nos meus sorrisos, 
descobrindo-te...explorando-te....contemplando-te,
seja num raio de sol ou numa gota de chuva.
És um devaneio que vivo na minha irrealidade sabendo que não o posso viver na sua plenitude.
Que me importa?…Estou habituado a sofrer assim.
O teu sorriso, é o meu café da manhã, alimenta-me...desperta-me todos os sentidos.
O aliciante é que sofrer assim, por algo que sei que não existe tanto me fascina como me atormenta. 
Tenho tanta falta de ti.
Preciso tanto de ti....
Mas agora, eu te prometo.
Cada dia fica mais difícil cumprir.
Mas amanhã, 
Será amanhã! - Eu prometo!

mas amanhã poderá ser tarde demais
....poder voltar a sorrir.


Escrito por
Henrique Rocha Almeida

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

E Agora?



Exploras-me num olhar, em busca de um mundo no fundo dos meus olhos. Deixa-me pois que te diga que a vida é mais do que isso, é um mundo num submundo.
O que vês são apenas reflexos da tua ânsia de descobrir em mim, os teus próprios defeitos.
Perdes demasiado tempo da tua existência a procurar olhar nos outros os teus problemas. De que vale tudo isso se ignoras as soluções? - Nada!
Alguém profetizou que não nos devemos aborrecer com as pessoas, afinal, ou no final, todas elas serão omissas à sua existência.... à nossa existência. A vida tem muitos perigos. (Nunca ninguém saiu vivo dela).
É preciso ter muita coragem, loucura tambem, para enfrentar a solidão, o tédio, o desapreço, a angústia, as dificuldades da sobrevivência nua e crua que existe fora da nossa área de conforto. A cobardia de assumir os nossos verdadeiros sentimentos pode custar uma vida inteira de arrependimentos.
Ninguém sabe em que verdadeiro beco se esconde a nossa verdadeira felicidade. Vivemos tão intensamente à procura do autêntico amor, que nos perdemos a procurá-lo, verdadeiramente. A vida é vivida pelos valentes que a vivem sem receio de sofrer. Assumimos por defeito uma sedentariedade assente em primeiras impressões, quando a vida nos quase sempre obriga diariamente a ser nómadas, em busca do nosso próprio destino.
Por isso é importante que continuamente...
te interrogues,
te respondas,
te procures,
te percas;
te superes em todos os impulsos,
te derrotes,
nos teus próprios duelos, mesmo naqueles que travas entre ti.

É urgente e necessário...
Que caias em profundos sonhos
E te levantes em contínuos pesadelos
que vivas,
e que te sintas morrer,

Só assim terás rejuvenescido, se caminhando perto dos teus medos, mas perto das tuas conquistas, possas aceitar que tudo vale a pena.
Amar não está ao alcance de qualquer um. Existem pessoas que vivem sem realmente saber amar alguém. Outras amam, sem saber o que é viver.
O teu alcance está num passo…
um pequeno passo.
Estás preparada?

E agora?




Escrito por Henrique Rocha Almeida
01DEZ2014

Caminho

Tu que procuras um caminho e vives numa constante encruzilhada, que te julgas neste mundo, sozinho, à procura de tudo e de nada. Tu, ...